Publicado por: Lohran Anguera Lima | 08/06/2011

Entrevista com Danilo Couto

A dedicação, o treinamento, a concentração, a coragem, a atitude, a glória: uma breve sequência fatual a qual culminou na vitória de Danilo Couto no Billabong XXL Global Big Wave Awards 2011, a maior premiação das ondas gigantes.

O simpático baiano contou ao Near The Ocean, com exclusividade, todos os detalhes os quais nortearam a onda vencedora – surfada em Jaws, na remada –; desde o que pensou durante o drop, até o peso da família ao se arriscar nas ondas gigantes. Danilo era só sorrisos durante a entrevista. Mas, com um material tão rico como este que segue, nós é que sorrimos e agradecemos. Muito obrigado, Danilo, pela atenção despendida e pela disponibilidade encontrada para atender o Near The Ocean.

Parabéns pela conquista histórica: orgulhou um país inteiro pela bandeira alçada, mas um planeta todo pela atitude desbravadora.

Muito obrigado a todos,

Lohran Anguera Lima.

Danilo Couto, em Jaws, na onda vencedora. Foto: Tracy Kraft.

Conte-nos um pouco, Danilo, da emoção de ter vencido o Billabong XXL Global Big Wave Awards, a maior premiação do surf de ondas grandes.

Foi muita emoção para um dia só! Foram vários anos de dedicação em busca desse prêmio. Lembro-me da minha família, dos meus amigos e do teatro vindo abaixo; foi um momento muito especial na minha vida! Não tem como eu me esquecer desse dia.

Quando você remou naquela onda em Jaws, percebeu que a prancha havia entrado nela e decidiu por dar o impulso para ficar em pé, o que você pensou nesse exato momento?

Nessa hora não tive tempo de pensar muita coisa, pois a concentração era máxima. Apenas pensei em dropar. Tive tempo de pensar depois do drop. Entre o drop e a colocada no final da onda, tive um tempo para “matutar”. Já havia visualizado essa onda, então foi só executar um plano que eu havia traçado. Deu tudo certo e eu saí no canal. Nesse momento, eu já sabia que a onda havia sido especial.

Como você trabalha com o risco a que você se põe ao surfar ondas gigantes, sabendo que tem uma família o esperando? Como isso funciona na sua cabeça? Não o faz puxar o bico?

Jamais. Pelo contrário, a decisão na hora é uma só, não tem que pensar duas vezes. A partir do momento que eu entro no mar para pegar essas ondas, é concentração total e acreditar que vai dar tudo certo. Depois é voltar para casa feliz, rever a família e seguir em frente.

Danilo, o mundo do big surf apostou muito na sua onda. O Greg Long, inclusive, disse que se o prêmio não fosse dado a você, ele levantaria da cadeira e iria embora do teatro onde ocorreu a premiação.

A galera que remou em Jaws, como ele e o Shane Dorian, sabe a dificuldade que existe para pegar onda grande lá. Às vezes, fica difícil de ver isso em uma foto ou em uma filmagem, mas quem está dentro da água nota que é uma outra dimensão pegar uma bomba em Jaws, se comparado com outros picos. Esse grupo que pega onda grande é bastante unido. Independentemente do país, é legal ver esse reconhecimento. Eu faria a mesma coisa com ele.

Danilo, parabéns pelo prêmio e, principalmente, pela sua atitude e coragem que o levaram a ser um dos desbravadores do surf na remada, em Jaws, naquelas condições de mar. Vocês que remaram em Jaws fizeram história e revolucionaram o esporte. Para finalizarmos, você gostaria de deixar algum recado?

Quero agradecer a todos que participaram de certa forma para isso tudo dar certo, a todos os amigos que colaboraram, a minha família, aos meus patrocinadores. Quando você conquista algo tão grandioso, você não faz isso sozinho, tem muita gente que o apoiou no caminho, então é uma vitória coletiva. Não poderia deixar de agradecer, também, a energia que foi emitida por todos aqui no Brasil. Só alegria! Valeu, galera!

Danilo Couto, vencedor do Billabong XXL Global Big Wave Awards 2011. Foto: divulgação.


Responses

  1. Grande post! Grande surfista! Só de ler a entrevista nos faz viajar na adrenalina que deve ser surfar uma onda dessas. Parabéns ao Danilo por elevar o nível do surf brasileiro e consequentemente seu reconhecimento mundo afora. E parabéns ao Lohran por mais esse belo post!
    Abraços e boas ondas!

  2. […] Confiram a entrevista na íntegra, clicando aqui. […]

  3. Simpático este Danilo Couto, além de anormal é claro!
    Eu, que só pego ondas de rádio, fico assombrado em ver um pontinho amarelo naquela imensidão de água. Parabéns seu maluco!

  4. Irada a entrevista Lohran! Danilo é mais um brasileiro a superar os limites e a ajudar a colocar o nome do país lá em cima no surf, estamos vivendo uma época recordável do surf brasileiro!
    Mudando de assunto, queria parabenizar por esse um ano e pelo crescimento do near the ocean! Fiz o meu blog um pouco depois de voce mas, após uns problemas pessoais eu deixei bem abandonado… Hoje, vendo seu comprometimento e sua evolução, gostaria de dizer que voltei com o blog e voce é um grande exemplo! Parabéns e muita paz!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias